Advertisement

Petroleum: New Energy Perspectives for Brazil in 1922

  • Maria Margaret LopesEmail author
Chapter
Part of the Historical Geography and Geosciences book series (HIGEGE)

Abstract

The Primeiro Congresso Brasileiro de Carvão e outros Combustíveis Nacionais (first Brazilian Congress of Coal and other National Fuels) was held in 1922. The Congress embodied a broad discussion about the economic exploitation of coal in Brazil, the importance of bituminous shale, the use of alcohol as fuel, the studies on the occurrences and the investigations in progress on oil prospecting. Such strategic national resources for modernizing industrial projects, stimulated by World War I, had already been the objects of systematic research by geologists, engineers, and technicians of the Geographic and Geological Commission of São Paulo since the late nineteenth century. This article presents aspects of the papers and resolutions on oil in that Congress. It considers the Congress as an important mechanism to trace the conceptual frameworks related to discussions about the circulation of knowledge and technical and scientific practices regarding the exploitation of petroleum. The article argues that this Congress was one of the legitimizing strategies of the research and effective actions by the group of scientists and technicians associated with the Geological and Mineralogical Survey of Brazil, in its dialogs with the State and business groups. These strategies were focused on strengthening the geological investigations regarding the energy resources of the country.

Notes

Acknowledgements

The author thanks Figueirôa SFM de, Beverly Young, Valter Ponte and the support of the CNPq to the Research Productivity Project—proc. 306046/2014–8. Oceans—strategic chapters in the history of geological sciences (1870–1950) (2015–2018), on which this paper was produced and based on.

References

  1. Aguiar FM de S (1904) Brazil at the Louisiana Purchase Exposition 1904. Representação do Brasil na Exposição Universal de Louisiana, 1904. St. Louis: Saml. F. Myerson Ptg. Co. Saint LouisGoogle Scholar
  2. Almeida GO de et al (1922) Conclusões do Primeiro Congresso Brasileiro de Carvão e outros Combustíveis Nacionais. Realizado no Rio de Janeiro de 22 de outubro a 8 de novembro de 1922. Commissão Diretiva e Commissões Especiais. Avulso do DGM–DNPM 7, Rio de JaneiroGoogle Scholar
  3. Alvin G de F, Dutra EB (1924) Turfa de Villa Nova. SGMB (ed) Boletim 7. Primeiro Congresso Brasileiro de Carvão e outros combustíveis nacionais. Contribuições do Serviço Geológico e Mineralógico. Officinas Typographicas do Serviço de Informações do Ministério da Agricultura, Rio de Janeiro, pp 29–38Google Scholar
  4. Belolli M et al (2002) História do Carvão de Santa Catarina. Imprensa Oficial do Estado de Santa Catarina, CriciúmaGoogle Scholar
  5. Branner JC (1919) Outlines of the geology of Brazil to accompany the geologic map of Brazil. Bull Geol Soc Am 30(1):189–338CrossRefGoogle Scholar
  6. Brasil. Ministério da Agricultura, Indústria e Commercio (1922) Catálogo da representação do Serviço Geológico e Mineralógico do Brasil na Exposição Internacional do Centenário da Independência do Brasil. Empreza Brasil Editora, Rio de JaneiroGoogle Scholar
  7. Campos LFG de (1924) Carvão no Amazonas. SGMB (ed) Boletim 7. Primeiro Congresso Brasileiro de Carvão e outros combustíveis nacionais. Contribuições do Serviço Geológico e Mineralógico. Officinas Typographicas do Serviço de Informações do Ministério da Agricultura, Rio de JaneiroGoogle Scholar
  8. Costa EL da F (1934) O Instituto Nacional de Tecnologia e seus fins. Ministério do Trabalho Indústria e Comércio, Instituto Nacional de Tecnologia, Rio de JaneiroGoogle Scholar
  9. Dantes MAM et al (2011) Sciences in Brazil: an overview from 1870–1920. In: Krause D, Videira A (eds) Brazilian studies in philosophy and history of science. Boston studies in the philosophy of science, vol 290, pp 95–106.  https://doi.org/10.1007/978-90-481-9422-3_5
  10. Derby OA (1877) Contribuições para a Geologia do Baixo Amazonas. Archivos do Museu Nacional do Rio de Janeiro II:77–104Google Scholar
  11. Derby OA (1894) The Amazonian Upper carboniferous fauna. J Geol II(5):480–501CrossRefGoogle Scholar
  12. Dias JL de M, Quaglino MA (1993) A questão do petróleo no Brasil: uma história da PETROBRAS. CPDOC/ PETROBRAS, Rio de JaneiroGoogle Scholar
  13. Figueirôa SF de M (1997) A formação das ciências geológicas no Brasil: uma história social e institucional. HUCITEC, São PauloGoogle Scholar
  14. Figueirôa SF de M (2007) Geological surveys in the tropics: the Brazilian experience (1875–1934). Earth Sci Hist 26(1):151–171Google Scholar
  15. Lamego AR (1944) Boletim 113. A Bacia de Campos na Geologia Litorânea do Petróleo. Divisão de Geologia e Mineralogia. Departamento Nacional da Produção Mineral, Rio de JaneiroGoogle Scholar
  16. Loguercio EA (2007) Pan–americanismo versus Latino–americanismo. Origens de um debate, na virada dos séculos XIX –XX. Dissertação de Mestrado Integração da América Latina, USP, São PauloGoogle Scholar
  17. Lopes MM (2015) O Brasil discute o carvão em Congressos Científicos: Aspectos do Relatório White. In: Brandão JM, Nunes M de F (eds) Memórias do Carvão. Tipografia Cruz & Cardoso Ltda, Batalha, Porto Mós, Portugal, pp 153–162Google Scholar
  18. Moreira J, Goldemberg J (2005) Custos do Álcool. O Programa do Álcool. Instituto de Eletrotécnica e Energia da Universidade de São Paulo, São PauloGoogle Scholar
  19. Oliveira EP de (1915) Pesquiza de Petróleo. Annaes da Escola de Minas de Ouro Preto 15:105–116Google Scholar
  20. Oliveira EP de (1920) Boletim 1. Rochas Petrolíferas do Brasil. Trabalhos Relativos ao anno de 1918. Ministério da Agricultura, Industria e Commercio. Serviço Geológico e Mineralogico do Brasil. Imprensa Nacional, Rio de JaneiroGoogle Scholar
  21. Oliveira EP de (1924a) Folhelhos betuminosos de Iraty. SGMB (ed) Boletim 7. Primeiro Congresso Brasileiro de Carvão e outros combustíveis nacionais. Contribuições do Serviço Geológico e Mineralógico. Officinas Typographicas do Serviço de Informações do Ministério da Agricultura, Rio de Janeiro, pp 59–62Google Scholar
  22. Oliveira EP de (1924b) Folhelhos betuminosos da costa do Brasil. SGMB (ed) Boletim 7. Primeiro Congresso Brasileiro de Carvão e outros combustíveis nacionais. Contribuições do Serviço Geológico e Mineralógico. Officinas Typographicas do Serviço de Informações do Ministério da Agricultura, Rio de Janeiro, pp 43–49Google Scholar
  23. Oliveira EP de (1924c) Estudo da bacia de Marahú. SGMB (ed) Boletim 7. Primeiro Congresso Brasileiro de Carvão e outros combustíveis nacionais. Contribuições do Serviço Geológico e Mineralógico. Officinas Typographicas do Serviço de Informações do Ministério da Agricultura, Rio de Janeiro, pp 39–42Google Scholar
  24. Oliveira EP de (1924d) Probabilidades da existência de petróleo no Brasil, de acordo com as teorias sobre sua origem. SGMB (ed) Boletim 7. Primeiro Congresso Brasileiro de Carvão e outros combustíveis nacionais. Contribuições do Serviço Geológico e Mineralógico. Officinas Typographicas do Serviço de Informações do Ministério da Agricultura, Rio de Janeiro, pp 89–100Google Scholar
  25. Oliveira EP de (1926) Discurso pronunciado na Escola de Minas de Ouro Preto por occasião dos festejos commemorativos do cincoentenario de sua formação. Avulso DGM. DNPM. Mendonça Machado & Cia, Rio de JaneiroGoogle Scholar
  26. Oliveira AI de (1938) Boletim 23. Situação do problema do petróleo no Brasil em 1938. Serviço de Fomento da Produção Mineral, DNPM, Directoria de Estatística da Produção, Secção de Publicidade, Rio de JaneiroGoogle Scholar
  27. Oliveira EP de (1940) História da Pesquisa de Petróleo no Brasil. Serviço de Publicidade Agrícola, Rio de JaneiroGoogle Scholar
  28. Peyerl D (2017) O Petróleo no Brasil. Exploração, capacitação técnica e ensino de geociências (1864–1968). Editora UFABC, São Bernardo do Campo, São PauloGoogle Scholar
  29. Peyerl D, de Figueirôa SFM (2016) ‘Black Gold’: discussions on the origin, exploratory techniques, and uses of petroleum in Brazil. Oil-Ind Hist 17:98–109Google Scholar
  30. Pires AO dos S (1922) Contribuições do Club de Engenharia para a Commemoração do Centenário da Independência do Brasil. 2º Congresso Ferro–Viário Sul Americano. Revista do Club de Engenharia. Typ. Do Jornal do Commercio, de Rodrigues & Co, Rio de Janeiro, pp 267–281Google Scholar
  31. Roxo MG de O (1924a) Sobre a possibilidade da existência de petróleo na Baixada Fluminense. SGMB (ed) Boletim 7. Primeiro Congresso Brasileiro de Carvão e outros combustíveis nacionais. Contribuições do Serviço Geológico e Mineralógico. Officinas Typographicas do Serviço de Informações do Ministério da Agricultura, Rio de Janeiro, pp 55–58Google Scholar
  32. Roxo MG de O (1924b) Sobre a possibilidade da existência de combustíveis no valle do Amazonas. SGMB (ed) Boletim 7: Primeiro Congresso Brasileiro de Carvão e outros combustíveis nacionais. Contribuições do Serviço Geológico e Mineralógico. Ministério da Agricultura, Industria e Commercio. Serviço Geológico e Mineralogico do Brasil, Rio de Janeiro, pp 13–17Google Scholar
  33. Rudwick MJS (1972) The meaning of fossils: episodes in the history of palaeontology. University of Chicago Press, ChicagoGoogle Scholar
  34. Sampaio S (1922) Congreso internacional de ingenieros. Ingenieria Internacional. Revista de Ingenieria, Construcción e Industria 7(3):204Google Scholar
  35. Schwartzman S, Castro MHM (1985) Nacionalismo, Iniciativa Privada e o Papel da Pesquisa Tecnológica no Desenvolvimento Industrial: os Primórdios de um Debate. Dados Revista de Ciências Sociais 28(1):89–111Google Scholar
  36. SGMB (1924) Boletim 7. Primeiro Congresso Brasileiro de Carvão e outros combustíveis nacionais. Contribuições do Serviço Geológico e Mineralógico. Officinas Typographicas do Serviço de Informações do Ministério da Agricultura, Rio de JaneiroGoogle Scholar
  37. Távora FL (2011) História e Economia dos Biocombustíveis no Brasil. Centro de Estudos do Senado, Brasília, DFGoogle Scholar
  38. Telles PC da S (1982) Engenharia no Brasil. História da Engenharia no Brasil. Século XX v.2. Clavero Editoração, Rio de JaneiroGoogle Scholar
  39. White IC (1908) Final report presented to h. ex. dr. Lauro Severiano Müller, minister of industry, highways and public Works. Relatório Final apresentado a S. Ex. o sr. Dr. Lauro Severiano Müller. Ministro da Indústria, Viação e Obras Públicas. Traducção Carlos Moreira. Ex–secretário da Commissão. Imprensa Nacional, Rio de JaneiroGoogle Scholar
  40. Williams HE (1921) Campos Brasil’s Tampico. Braz Bus 1(6):11–13Google Scholar

Copyright information

© Springer Nature Switzerland AG 2019

Authors and Affiliations

  1. 1.Information Science Graduate Program, Faculty of Information ScienceUniversity of BrasíliaBrasíliaBrazil

Personalised recommendations