Economic Botany

, Volume 50, Issue 3, pp 270–279

Extraction of non-timber forest products in the Forests of Biligiri Rangan Hills, India. 3. Productivity, extraction and prospects of sustainable harvest of amla phyllanthus emblica, (Euphorbiaceae)

Authors

  • Uma Shankar
    • Tata Energy Research Institute
  • K. S. Murali
    • Tata Energy Research Institute
  • R. Uma Shaanker
    • Department of Crop PhysiologyUniversity of Agricultural Sciences, GKVK Campus
  • K. N. Ganeshaiah
    • Department of Genetics & Plant BreedingUniversity of Agricultural Sciences, GKVK Campus
  • K. S. Bawa
    • Department of BiologyUniversity of Massachusetts
Article

DOI: 10.1007/BF02907331

Cite this article as:
Shankar, U., Murali, K.S., Uma Shaanker, R. et al. Econ Bot (1996) 50: 270. doi:10.1007/BF02907331

Abstract

Sustainable extraction of non-timber forest products (NTFPs) depends upon harvesting a small fraction of the total productivity. Over-exploitation can lead to a loss of biodiversity, but a low level of extraction, without value addition at the point of origin, is usually not economically feasible for extractors. Extraction and productivity levels per unit area for most non-timber forest products are unknown, nor do we have much information about value addition at various points in the marketing channels. Here we determine extraction and productivity levels for Amla trees (Phyllanthus emblica), which yield fruits that are used for a wide variety of purposes in preparation of various foods, beverages and medicines. We also present preliminary data on the price appreciation of the fruit for one of the processed products. We have determined that the current level of extraction, 60-80% of all fruits at the population level, may have a negative effect on new recruitment. We present a model for value addition that has the potential to enhance income and reduce the level of extraction. This model is currently being implemented by the Soliga community with the assistance of a non-governmental organization.

Key Words

NTFPSoligaAmlasustainable extraction

Extração de Produtos Florestais Não Madereiros Nas Florestas de Biligiri Hills, India. 3. Produtividade, Extração e Prospectas de Exploração Sustentável de Amla Phyllanthus emblica. (Euphorbiaceae)

Résumé

A exploração sustentável dos recursos florestais não madereiros esta baseada na extração de uma pequena fração da produtividade total desses recursos. A exploração excessiva pode levar a perda da biodiversidade, e por outro lado, a exploração em pequena quantidade pode ser economicamente inviável. Níveis de extraçáo e produtividade por unidade de área são desconhecidos para grande parte desses recursos, assim como informaçóes sobre valores adicionais em vários pontos dos canais de mercado. Neste trabalho, nós determinamos niveis de extraçáo e produtividade para frutos de Amla (Phyllanthus emblica), os quais são utilizados na preparação de comidas e medicamentos. Nós apresentamos dados preliminares de apreciaçáo de preço do fruto para um dos produtos processados. Nós determinamos também que o nível de extração atual, 60-80% de todos os frutos produzidos a nível de população, pode ter um efeito negativo no recrutamento de plântulas. Nós apresentamos um modelo de valor aditivo que tem o potencial de aumentar a renda e reduzir o nível de extração. Este modelo está atualmente sendo implementado pela comunidade Soliga com a assistência de uma organização não governamental.

Copyright information

© The New York Botanical Garden 1996